Encontro com o Professor responsável pelas atividades da Promundo na Guiné Bissau

15-01-2012 22:32

 

    No passado dia 10 de Janeiro, o Professor responsável pelas atividades da Promundo na Guiné Bissau veio à Escola n.º 2 de Avelar.

    Uma das perguntas iniciais que fez aos alunos foi: “Já te imaginaste a viver com catorze cêntimos por dia? Infelizmente, esta é a dura realidade que se vive na ilha de Soga, Arquipélago de Bijagós, na Guiné-Bissau. Um dos testemunhos mais duros que Michael Görne transmitiu pode ser sentido através de uma frase relativa às condições extremamente difíceis que se vive neste país: “Se vivesses nesta ilha, todos os dias tinhas de fazer 10 km a pé para ir buscar água”. Sim, mas vamos colocar “água” entre aspas, porque não podemos chamar água a um líquido acastanhado e que, de potável, pouco tem, sendo causador de muitas doenças. A mulher passa quatro horas a descascar arroz que só serve para uma das duas refeições que fazem por dia… Se estivesses doente, tinhas de esperar uma semana por um barco que viesse de outra ilha para te transportar a um hospital, pois na ilha não há médicos, só um enfermeiro que se formou em Coimbra, graças à Promundo. Aliás, um dos projetos desta associação é melhorar as condições de vida em alguns países, incluindo a ilha de Soga.

    Nesta palestra, o professor Michael Görne mostrou algumas fotos impressionantes da sua viagem a Soga que podes ver aqui no Palavrinhas. Importante é pensar que, quando dizemos que estamos a viver em dificuldades, as nossas dificuldades não são nada, comparadas com quem tem pouco ou quase nada para viver!

Professor acompanhante do 7.º F, Mário Marinho

Opiniões de alunos sobre o encontro:

“Na sessão da Promundo, o professor (Michael Görne) falou de algumas pessoas que ficaram para sempre na memória, de algumas doenças que as pessoas sofriam, da sua alimentação, de como iam para a escola, da escola... As áreas de intervenção da Promundo são a educação e sensibilização, a intervenção social e comunitária e a cooperação internacional. O que mais me chamou à atenção foi a as fotos de algumas feridas que as pessoas tinham, pois são muito marcantes e deixam um sentimento de quem tem mesmo de ajudar estas pessoas a melhorar.”

Beatriz Castro, n.º4, 7.º F

“A Promundo trabalha na Guiné Bissau de modo a melhorar as condições de vida das crianças. Intervém na educação e nos cuidados básicos de saúde. As fotografias que mais me impressionaram foram as que mostravam as feridas no corpo das pessoas. Penso que é muito importante que esta associação trabalhe junto destas populações.”

Ana Rodrigues,n.º2, 7.ºF

“Na sessão da Promundo, falou-se de como se vive na Guiné Bissau, da dificuldade que eles passam e também se falou dos dois rapazes que o nosso agrupamento está a ajudar na educação deles... As áreas de intervenção da Promundo são a educação, a comida, a roupa e os medicamentos. Das fotografias apresentadas, as que me chamaram mais à atenção foram as das feridas. Foi muito chocante ver como as feridas estão tão alastradas pelo corpo... Mas depois também gostei muito das fotografias da praia que eles têm...”

Andreia Rodrigues, n.º 3, 7.º F

Nota:

A Promundo é uma livre Associação Juvenil nascida em 2009 e que atua em três áreas:

- Educação e Sensibilização.

- Intervenção Social e Comunitária.

- Cooperação Internacional.

Somos alunos, professores, ex-alunos e ex-professores da Escola Secundária de Avelar Brotero, em Coimbra, que aprendem e aprenderam, de uma forma marcante, na passagem por esta escola, o significado de palavras, tais como: responsável, solidário, justo, criativo, dialogante, respeitador…entre muitas outras que não teríamos espaço para enumerar.

Visita o website da promundo em  http://www.promundo.pt 

 

Voltar